Semana passada, ao ler um jornal local de Miami, me deparei com uma notícia de que finalmente o streaming de música profissional, estrava no momento mais borbulhante da história. Antes do Youtube colocar a bazuca para fora do muro, o rapper Jay-Z antecipou o lançamento de seu novo negócio, o Tidal. O rapper adquiriu a empresa Aspiro (dona do Tidal) por U$56 milhões no ano passado. E fez um relançamento que mexeu com o mercado da música. Com o apelo de qualidade na música e na distribuição, o Tidal iniciou com o slogan High Fidelity Music Streaming.

tidal
Tidal – vem aí a guerra do streaming! (Foto Reprodução Tidal.com)

Esse apelo de qualidade do som e da distribuição nas músicas, parece realmente estar em alta, já que artistas como New Young (o pai do grunge) investem pesado no segmento. O cantor e guitarrista lançou o aplicativo Pono, com foco em qualidade. Segundo a empresa, a qualidade do som é dezena de vez melhor que o streaming!

pono
PONO, do New Young. Promete fazer um barulho por U$399. (Foto Reprodução Pono Music)

A ideia do Pono é boa. Além de oferecer o próprio device (U$399), o foco é obter a conectividade necessária para ouvir som de qualidade em outros diversos aplicativos como celulares, computadores e etc. Já o Tidal, mudou a estratégia comum nesse mercado de oferecer conteúdo gratuito, e decidiu não abrir assinaturas free como seus concorrentes Spotify (líder) e Deezer.

O negócio começa a esquentar fortemente, pela influência do Jay-Z, em engajar os artistas nesse meio. Sem muito esforço, Beyonce (sua esposa), Jack White, Kanye West, Daft Punk e Alicia Keys foram apresentados como apoiadores oficiais do Tidal. Antes de Apple (com a força da aquisição do Beats), Youtube e as próprias grandes redes de mídia entrarem pesado nesse mercado, já está legal ver o movimento de como assinatura de música está influenciando o empreendedorismo mundial. Por aqui também o negócio começa a esquentar. Superplayer e Pleimo, as duas maiores referências desse mercado por aqui, fazem algo bacana, apesar dos players estrangeiros.

Vem aí uma guerra interessante para se assistir e benéfica para os usuários e amantes de música!

Abs, RD

Author

Fundador e CEO da Vindi, plataforma líder em recorrência e criador do maior evento de empresas SaaS e Assinaturas do país, o “Recorrência”. É também, o co-host do podcast Like a Boss.