Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

Um dos principais desafios para qualquer organização de ensino privada é a inadimplência escolar. Já que a instituição depende do valor das mensalidades para manter seus serviços em dia, como pagamento dos colaboradores e investimento em infraestrutura.

E precisamos dizer que o cenário não é o mais favorável. Pois, um levantamento do Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), feito em 2017, descobriu que a inadimplência escolar no ensino superior brasileiro chegou a 8,93%.

Para 2018, a expectativa é que essa porcentagem cresça, chegando a 9,05% em mensalidades com um atraso superior a 90 dias. Os principais motivos apontados pelo Sindicato para esta situação é a crise econômica que se estendeu, um momento instável na política e ainda uma redução na oferta de crédito estudantil.

Agora, quando falamos em ensino infantil e médio, a inadimplência escolar também assombra os gestores. Pois, os pais também encontram dificuldade para manter as mensalidades em dia, sendo que uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontou que a inadimplência cresceu 3,65% em agosto deste ano.

Neste artigo, você vai entender quais os direitos de alunos inadimplentes, quais os principais motivos que levam ao não pagamento de mensalidades e o principal: como combater este fantasma.

Continue lendo!

Principais prejuízos da inadimplência escolar

Uma instituição educacional privada funciona como qualquer outra empresa. Sendo assim, é preciso ter uma boa gestão financeira para conseguir pagar colaboradores em dia e ainda investir em infraestrutura.

Um alto índice de inadimplência em sua escola pode, em cenários mais graves, acarretar no fechamento da mesma. Já que no começo passa a ser difícil cumprir com as necessidades do dia a dia. E, depois, se nenhuma medida mais assertiva for tomada, a escola fica sem recursos para funcionar.

O que diz a lei sobre inadimplência escolar

Segundo a lei nº 9.870, estabelecida em 1999, mesmo com mensalidades atrasadas, nenhuma instituição de ensino pode:

  • Constranger o aluno;
  • Impedir que o aluno frequente as aulas durante o semestre ou ano letivo;
  • Reter documentos.

O que a escola pode fazer:

  • Impedir que alunos inadimplentes renovem a matrícula;
  • Recorrer judicialmente para receber o valor atrasado.

Principais motivos da inadimplência escolar

Agora que você entendeu quais prejuízos as mensalidades atrasadas podem trazer para sua instituição e quais são os seus direitos segundo a lei, é hora de falarmos sobre os principais motivos que costumam causar a inadimplência.

Assim fica mais fácil saber qual atitude tomar em cada caso. Veja só:

Imprevisto financeiro

Muitas vezes, os pais ou o próprio estudante acaba atrasando as mensalidades devido um imprevisto. Por exemplo, uma demissão inesperada ou uma doença repentina que acabam alterando a situação financeira do aluno ou da família.

Esquecimento

Quando a mensalidade precisa ser paga manualmente. Ou seja, depende do aluno ou dos pais lembrarem de realizar o pagamento, pode acontecer o esquecimento. Sendo que nesses casos a inadimplência escolar costuma não superar 90 dias.

Falta de pagamento intencional

Existe também o terceiro perfil. São pessoas que sabem que estão inadimplentes, mas não se preocupam ou não tem a intenção de quitar as dívidas.

Como combater a inadimplência escolar

Pronto, chegamos no ponto mais importante desse artigo: como lidar com a falta de pagamento das mensalidades.

Abaixo, listamos as principais dicas para você combater de vez esse fantasma que assombra a maioria das instituições de ensino.

Aproveite!

Esteja preparado

Você precisa saber que uma porcentagem de alunos ficarão inadimplentes durante o período letivo. É muito difícil (ou impossível) encontrar uma instituição que não sofra deste mal.

O melhor, então, é estar preparado para lidar com a inadimplência. Como? Invista em uma boa Gestão Escolar, incluindo a financeira. Saiba o perfil dos pais ou do próprio aluno, quando ele é o responsável pelo pagamento da mensalidade.

Para isso, automatizar os processos, por meio de um software de Gestão Escolar, pode ser a melhor saída.

Prefira negociar

Pode ser melhor negociar do que não receber o valor das mensalidades atrasadas. Essa é uma das melhores maneiras de incentivar o pagamento.

Para ter uma negociação efetiva, mostre-se aberto a ouvir o responsável pelo pagamento. Entenda qual é o perfil dele. Lembra que falamos sobre os principais motivos que levam à inadimplência? Então, saiba se ele é um bom pagador enfrentando imprevistos financeiros, se ele se esquece de fazer o pagamento ou se ele parece não ter a intenção de quitar sua dívida.

Com isso, você pode oferecer a melhor solução. Já que quando falamos em inadimplência escolar o melhor é encontrar uma saída e não focar no problema.

Algumas opções de negociação são:

  • Esquecer os juros;
  • Parcelar o valor da dívida;
  • Oferecer desconto para quem pagar à vista.

Vale dizer nesse tópico que contar uma equipe preparada e bem treinada para realizar as negociações também pode determinar o sucesso. Já que uma comunicação com ameaças ou falta de interesse em ajudar podem representar apenas tempo e dinheiro perdido.

Ofereça descontos

Uma forma de ajudar na prevenção da inadimplência pode ser oferecendo descontos para pagamentos antecipados.

Isso vai beneficiar o seu controle. Pois, você saberá quem já fez o pagamento e com quanto dinheiro pode contar em caixa. Além de também favorecer os alunos e pais que terão uma economia com o pagamento antes do vencimento da mensalidade.

Invista em comunicação

É importante criar diálogo entre a sua instituição e os alunos ou pais. Pois, assim, você pode engaja-los mostrando investimentos que tem feito para melhorar a infraestrutura da escola graças às mensalidades pagas em dia.

Esse meio de comunicação também pode servir para você compartilhar dicas, até mesmo de gestão financeira. Com isso, tanto os pais quanto os alunos podem aprender a administrar melhor o dinheiro e evitar a inadimplência escolar.

Inove nos pagamentos

O setor educacional ainda é um dos mais tradicionais quando falamos em pagamentos. O meio mais comum continua sendo o boleto bancário impresso.

Porém, o problema é que emitir boletos bancários demanda gasto com impressões, colaboradores e correios. Além de ser um dos principais motivos que geram a inadimplência do grupo dos esquecidos, que mencionamos anteriormente.

Uma solução é inovar nos pagamentos. Já que por meio de tecnologias como o Aceita, você pode emitir boletos digitais, reduzindo drasticamente os gastos.

Além disso, uma outra maneira eficiente de combater a inadimplência escolar é passando a receber mensalidades por meio de cartão de crédito, aliás um dos meios de pagamento favoritos dos brasileiros.

Existem plataformas, como a Vindi, especializadas em automatizar todo o processo de pagamento por meio de cartão de crédito. Com isso, você não precisa se preocupar se o valor da mensalidade será pago ou não. O motivo é que se o aluno ficar inadimplente não será mais com você e sim com a operadora do seu cartão.

Conclusão

A inadimplência escolar é um tema comum e importante de ser tratado em qualquer instituição de ensino. Sendo que não importa se ela oferece ensino infantil, médio ou superior.

Como abordamos ao longo deste texto, é importante que você entenda os principais motivos que causam o atraso nas mensalidades e quais medidas pode tomar sem infringir a lei.

Além disso, deixamos dicas infalíveis que vão ajudar você a combater a inadimplência escolar. Agora é com você, boa sorte!

Você vai gostar também

O que é SSL (Secure Socket Layer)? A segurança é cada vez mais um assunto debatido e um grande diferencial em operações online. Principalmente para as empresas de comércio eletrônico, q...
e-Learning – Mercado Brasileiro 15 anos de internet no Brasil. E o crescimento não é somente visualizado em ecommerce e redes sociais. O e-Learning, ou EAD (Ensino à Distância) como ...
Meios de pagamento: conheça os principais Como empreendedor, você quer vender mais e sempre, certo?! Por isso, procura sempre melhorar seu produto e serviço, garantir que a sua solução entrega...
Como a recorrência virou o sucesso das franquias? A ideia era investir em um novo segmento para diversificar. Alessandro era sócio de uma empresa de informática e Alexandra proprietária de uma clínica...
Author

A Equipe de redação Vindi é formada pela área de sucesso do cliente, marketing, financeira e vendas. Todo mundo contribui para que você fique informado sobre tudo em assinaturas, pagamento on-line e Saas.