Mais de 200 MIL PESSOAS sabem como vender mais e sempre.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos você também.

Preocupante, certo?  É o que revelou a pesquisa do Serasa Experian, sobre o primeiro trimestre do Brasil. A inadimplência atingiu 15,8% nos primeiros três meses do ano. E sabe qual foi o principal vilão? Cheques. A velha e famosa forma de pagamento pré-datada, está causando efeitos desastrosos em alguns segmentos. O ramo de venda de móveis planejados, academias e indústria sofreram bastante nesse começo de ano. Conversando com donos de empresas desses três segmentos, a conversa é a mesma: diminuir o risco de crédito na venda de cheques pré-datados.

inadimplencia
Empresário deve fugir dessa modalidade. (Foto Reprodução: Gazeta Norte Mineira)

Segundo dados da empresa, o que impulsionou o índice foi justamente os cheques. A falta de pagamento nessa modalidade subiu cerca de 25%, fazendo com que os títulos protestados subisse também. Esse número vai de encontro ao momento atual do país, já que inflação, aumento de juros e sinais de desemprego não parecem afetar o consumo das pessoas de forma impactante. Outro fator que pode complicar são os empréstimos “pessoa física”, que se manteve linear nos bancos e pode ter algum impacto nos movimentos de renegociações nos bancos.

Esse é o momento para mudar a forma de cobrança de alguns negócios e profissionalizar a gestão dos recebimentos da sua empresa, pode acreditar no que falo.

economia da recorrencia

Fonte: Valor

Author

Fundador e CEO da Vindi, plataforma líder em recorrência e criador do maior evento de empresas SaaS e Assinaturas do país, o “Assinaturas Day”.