Inadimplência bate os 16% no primeiro trimestre

inadimplencia
Empresário deve fugir dessa modalidade. (Foto Reprodução: Gazeta Norte Mineira)

Segundo dados da empresa, o que impulsionou o índice foi justamente os cheques. A falta de pagamento nessa modalidade subiu cerca de 25%, fazendo com que os títulos protestados subisse também. Esse número vai de encontro ao momento atual do país, já que inflação, aumento de juros e sinais de desemprego não parecem afetar o consumo das pessoas de forma impactante. Outro fator que pode complicar são os empréstimos “pessoa física”, que se manteve linear nos bancos e pode ter algum impacto nos movimentos de renegociações nos bancos.

Esse é o momento para mudar a forma de cobrança de alguns negócios e profissionalizar a gestão dos recebimentos da sua empresa, pode acreditar no que falo.

economia da recorrencia

Fonte: Valor

Fundador e CEO da Vindi, plataforma líder em recorrência e criador do maior evento de empresas SaaS e Assinaturas do país, o “Assinaturas Day”.

Você vai gostar também

Software de gestão escolar: por que é tão importan... Muitas pessoas esquecem que uma escola particular é, além de uma instituição de ensino, uma empresa. E como toda empresa, ela precisa ter finanças org...
Conheça as maiores academias do mundo O mercado fitness vem crescendo em ritmo acelerado e se destaca como uma ótima oportunidade de empreendimento. De acordo com a Fitness Brasil, maior f...
Integração Nota Fiscal Bling Está no ar a integração que muitos clientes pediram e nós atendemos: Emissão Nota Fiscal com o Bling, sistema de gestão online. O Bling é um ERP com e...
Serviços e Produtos por Assinatura – WordCa... No último Sábado (23 de novembro de 2013), rolou o WordCamp na PUC de São Paulo. O WordCamp é o evento mundial do WordPress. O principal objetivo dess...