3 Estratégias de cobrança para dominar a sua inadimplência

 

Aprenda como dominar e reduzir o índice de inadimplência tão incômodo com ações simples, consistentes e essenciais.

É sabido que se você não gerencia e tenta reduzir o montante que seus clientes lhe devem, o seu negócio corre um sério risco de quebrar. Ter um índice de inadimplência zero é difícil (ainda mais com os dados sobre inadimplência apresentados neste artigo), mas possuir uma estratégia de cobrança consistente é essencial.

Poucas informações sobre sua carteira de clientes inadimplentes deixa seu negócio cego, em relação aos seus recebíveis vencidos, e impede que suas ações de cobrança sejam as mais efetivas.

Por isso, queremos apresentar 3 insights detalhados sobre como controlar e reduzir seu índice de inadimplência. São eles: as ações pré-vencimento, a régua de cobrança e as negociações.

A cobrança é uma atividade básica e que sustenta o desenvolvimento e a sobrevivência de um negócio.

É importante ter em mente que se a sua cobrança não é boa, a do seu concorrente pode ser. Se você não está coletando o pagamento de seus clientes inadimplentes, seus competidores estão. Logo, seus clientes podem priorizar o pagamento da concorrência.

Existem dois sistemas financeiros online que automatizam os principais processos da operação financeira de uma empresa.

A Vindi automatiza a sua cobrança e o Bauner o seu controle financeiro, ambos integrados por API, deixando todo o processo muito automatizado. Exemplos: conciliações, recebimentos, pagamentos, dentre outras funcionalidades.

Com essas ferramentas, sua equipe vai gastar menos tempo com o trabalho braçal do Financeiro e poderá se dedicar a atividades mais estratégicas (entenda neste artigo como melhorar seu controle financeiro como um todo).

Estratégias de Cobrança

1 – Pré Cobrança; não custa nada lembrar o cliente da data de vencimento dos títulos. É interessante:

  • Garantir que o cliente está recebendo as NFs e seus respectivos boletos no mesmo dia. Desta forma, não existe chance de ele não os encontrar encontrar no dia do vencimento;
  • Enviar um e-mail ao cliente com uma semana de antecedência ao vencimento avisando do compromisso;
  • Enviar um e-mail ao cliente no dia anterior ao vencimento do título relembrando a data;
  • Avisar o cliente da expiração do prazo de pagamento no dia do vencimento;

Executando três primeiras ações, você não estará cobrando seu cliente indevidamente. E ainda estará garantindo que ele tenha todas as informações para realizar o pagamento em dia, antes do prazo expirar.

 

2 – Régua de Cobrança: mais do que um passo-a-passo para você exercer controle sob sua carteira de inadimplentes, essa estratégia te ajuda a pensar as ações para cada faixa de “idade” do título vencido.

Negócios são diferentes, logo não é adequado utilizar a mesma régua para todos. Vamos exemplificar de forma genérica:

  • Vencimento + 03 dias: e-mail comunicando que o pagamento do título não foi identificado;
  • Vencimento + 06 dias: e-mail comunicando a não identificação do pagamento e informando que tal fato pode implicar na suspensão do serviço;
  • Vencimento + 9 dias: e-mail informando que o pagamento do título ainda não foi identificado e que o serviço será suspenso em 6 dias;
  • Vencimento + 12 dias: e-mail solicitando a quitação do título e informando que o serviço será suspenso em 3 dias se o pagamento não for identificado;
  • Vencimento + 15 dias: e-mail descrevendo em detalhes o histórico de inadimplência do título e comunicando a suspensão do serviço;

Observe que ao longo dessa régua de cobrança, a intensidade aumentou. Isso porque pensamos as ações para cada faixa de “idade” do título. O objetivo é sempre ter o débito quitado o mais rápido possível.

 

3 – Negociação: é comum encontrarmos certa resistência de alguns clientes inadimplentes durante as cobranças. Não podemos esquecer que o “inadimplente” é um cliente que ajuda a viabilizar o negócio. Portanto, vamos assumir as seguintes premissas para a negociação:

  • Credor;
  • Fluxo de caixa: quanto maior o impacto das dívidas dos clientes no mesmo, mais estratégico e efetivo você precisa ser na cobrança;
  • Valor do dinheiro no tempo: ao passo que a dívida “envelhece”, você precisa cobrar juros do inadimplente para conservar o valor econômico da venda feita;
  • Cliente inadimplente;
  • Entender a situação do cliente: compreender o motivo da dívida é essencial para o sucesso na cobrança. Colhendo informações sobre o cliente sua capacidade de argumentação será mais forte;
  • Cobrar de forma amigável: seu cliente pode estar em dívida hoje, porém, poderá comprar de novo amanhã. É essencial cobrar e reter o cliente;
  • Propostas coerentes: apresentar propostas sem sentido. (ex: exigir o pagamento imediato no início da régua de cobrança, após o cliente ter pedido 5 dias para pagar) Isso vai prejudicar seu recebimento.

Agregar as informações dos tópicos anteriores às suas ações é fundamental para a apresentação de propostas que levem o cliente a sair da inadimplência.

O que podemos concluir?

A inadimplência é um desafio que todos os negócios precisam lidar diariamente. A busca obstinada pela redução da mesma precisa ser consistente.

Conseguir medir os efeitos dos recebíveis atrasados sob o seu negócio, principalmente sob seu fluxo de caixa, é o primeiro passo para controlar sua inadimplência. Desta forma, você conseguirá estipular com assertividade suas ações de cobrança.

Manter a cordialidade e a educação é a premissa básica para qualquer iniciativa com o propósito de mitigar a inadimplência.

E finalmente, automatizar os processos financeiros do seu negócio vai liberar mais tempo para sua equipe ser mais eficaz. Isso agrega valor em sinergia para o negócio como um todo e contribui para o crescimento exponencial do mesmo.

Este post foi feito pela Bauner, parceira da Vindi, que tem como principal objetivo reduzir a taxa de mortalidade das pequenas e médias empresas brasileiras por meio da automatização de processos financeiros, entrega de produtividade nas operações e o aumento dos resultados de seus clientes.

Você vai gostar também

Por que academias precisam ter independência ao es... Imagine a seguinte situação: João decidiu dar um importante passo e fazer um condicionamento físico. Ele realizou uma busca pela internet (e você esta...
9% de inadimplência no cartão de crédito Quer mais? A inadimplência aumentou 6% em 2014. São dados do Serasa. Alta do dólar, crise na Petrobrás e o índice de inadimplência subindo esse ano, p...
7 Erros que podem estar matando seu financeiro A organização do departamento financeiro é um dos pilares fundamentais para o bom funcionamento de uma empresa. A falta de cuidado nesse setor pode co...
A Economia da Recorrência Em diversos ramos, a chamada economia da recorrência (subscription economy), ou simplesmente, "modelo de assinaturas", vem transformando a forma de fa...