Quando falamos sobre economia da recorrência, você sabe a diferença entre Cobrança Recorrente, Débito Recorrente e Crédito Recorrente?

Algumas pessoas acabam confundindo, mas é importante saber a diferença entre elas para que você consiga aplicar em seu negócio e otimizar seu faturamento.

Cobrança Recorrente

É uma cobrança de um plano, assinatura ou mensalidade feita de forma regular  e, geralmente, de forma automática. Por exemplo: mensalidade de academia, escola, plano de clube de assinatura, entre outros.

O comprador autoriza a primeira cobrança e, nos outros períodos, seja mensal, anual ou qualquer outra periodicidade, que foi previamente definida, a cobrança é feita de forma automática.

Só é encerrada quando o cliente solicitar o cancelamento do serviço ou o período do contrato acabar. Por exemplo: plano anual de academia.

A cobrança recorrente pode ser feita através de cartão de crédito, sem ocupar o limite do cliente, débito automático ou boleto bancário.

Falando em cartão de crédito, é importante dizer que cobrança recorrente é diferente de parcelamento. Parcelamento ocupa o limite do cartão do cliente e é oferecido como opção de pagamento para produtos únicos, como celular, por exemplo.

Já a cobrança recorrente não ocupa o limite do cartão, pois o valor é descontado todos os meses e o serviço também é recorrente, como na cobrança da Netflix.

Débito Recorrente

É uma modalidade da cobrança recorrente. Pois, a cobrança é efetuada da mesma forma: automática, periodica e referente a um plano, mensalidade ou assinatura.

Porém, a forma da cobrança é feita através de débito em conta. Todos os meses, na data escolhida, o valor é descontado da conta do cliente.

Por exemplo: O valor anual da academia é R$ 1500,00. Uma vez no mês, é debitado R$ 125,00 da conta da pessoa, por doze meses.

Crédito Recorrente

O crédito recorrente, como o próprio nome diz, é uma cobrança recorrente, porém, feita no cartão de crédito. Sem utilizar o limite do cartão do cliente, todos os meses, é acrescentado o valor na fatura do cartão.

Por exemplo: O valor anual de um curso é R$ 2.150,00 e o aluno quer pagar no crédito. Ao invés de tomar o valor total do limite do cartão, no crédito recorrente, é cobrado R$ 179,16 mensal na fatura.

Ou seja, tanto débito, quanto crédito recorrente são modalidades da cobrança recorrente.

Vantagens da cobrança recorrente para o negócio

Fidelização de clientes

Ao oferecer um produto ou serviço recorrente, você acaba fidelizando seu cliente. Todos os meses ele terá acesso aos serviços prestados pela sua empresa, tornado o relacionamento mais próximo.

Inovação de modelo de negócio

Ao criar uma relação melhor com seus clientes, você entende seus hábitos de compra e consegue oferecer os produtos e serviços de forma otimizada.

Por exemplo: você sabe que todos os meses ele compra os mesmo produtos na mesma época em seu e-commerce. É possível oferecer de forma recorrente a entrega e a cobrança, dando mais comodidade e melhorando a experiência de compra.

Automação

Optar pela cobrança recorrente, é automatizar todo processo de cobrança da sua empresa. Deixando sua equipe financeira com tempo para focar em pontos mais importantes e mitigando riscos.

São apenas algumas vantagens de utilizar a cobrança recorrente em sua empresa. A Vindi possui uma plataforma completa para você realizar o gerenciamento dos seus recebíveis de forma automática que permite que você cobre seus clientes através da recorrência.

 

banner para contato comercial na Vindi

Author

Publicitária, redatora e especialista em SEO.